FIW 2022 – Vigência e Implantação

mar 1, 2022 Informativos

Neste dia 1 de Março de 2022, a Secretaria Geral de Administração vem informar a todos os clérigos da Igreja Metodista Wesleyana, bem como à diretoria do FIW de cada região, que:

Conforme aprovado pelo Conselho Geral, sendo da ciência de todos os superintendentes regionais, em 3 de fevereiro;

Conforme informado aos Secretários Regionais de Administração, em reunião da SGA, em 3 de fevereiro;

Conforme anunciado no youtube, em video explicativo, em 9 de fevereiro;

Conforme publicado no site oficial do fiw, em 9 de fevereiro;

Conforme informado ao Forum dos Secretários de Administração e Finanças, em sua primeira reunião, em 23 de fevereiro;

Conforme todas as informações dadas aos orgãos competentes durante o mês de fevereiro, cumpre-me o dever de informar que a partir do dia 1 de Março, todos os ministros, pastores e missionárias (integral ou parcial) deverão enviar 100% dos seus dízimos para o FIW da sua região.

Entende-se, desta forma, que as prebendas recebidas referente ao mês de fevereiro (mês da aprovação e publicação do novo FIW 2022), e pagas (de forma geral) no início de Março, estarão sujeitas ao envio de 100% de seus dizimos ao FIW regional.

Cabe ao FIW de cada região, por meio de seus representantes legais, o envio de 50% dessas receitas, para a SGA (em conta destinada para esse fim) para ser feito os repasses à SGAS, SGEC e SGM. Esse envio deverá ser realizado, no máximo, até o dia 25 de cada mês.

Quanto ao lançamento no PAE, os seguintes Planos de Contas deverão ser utilizados doravante:

  • ENTRADA NO CAIXA DA IGREJA = 1.01.07  Dízimo dos Clérigos (100% conforme FIW 2022)
  • SAÍDA NO CAIXA DA IGREJA = 2.18.23  SECRETARIAS – SRA/FIW 100%

Deus nos abençoe a todos.

Sebastião Calegari Filho

Secretário Geral de Administração

14 thoughts on “FIW 2022 – Vigência e Implantação”
    1. Grato pelo retorno, contamos com o apoio de todos os clérigos, pois o FIW tem a ver com o resultado de nossos dízimos; é a nossa expresssão de fidelidade ao Senhor que tudo provê para Seus filhos. É confiança de que abrimos mão de uma semente para uma colheita maior, que resultará em muitas vidas ganhas e cuidadas para o Reino. Deus abençoe sua casa e os seus.

  1. Graça e paz!!!
    Senhor Secretário Geral de Administração!!
    Quero saber do senhor se eu não receber dentro do mês a minhas prebenda 100% como tiro meu dízimo do valor recebi?!

    1. Ola pastor Vitor. Essa é uma situação que – de fato – acontece. Não digo que seja uma situação infeliz, porque quem nos sustenta é o Senhor. Ele sabe de todas as nossas necessidades. Já enfrentei isso muitas vezes. Em uma das igrejas que fui pastor por 4 anos, quando eu sai, foi contabilizado uma soma total de 13 meses de subsidio sem receber. Diante desse fato, duas coisas eh tinha no meu coração e mente: 1. O que eu não recebi não fez falta para as necessidades básicas, pois, eu e minha família estamos de pé até o dia de hoje, pela graça do Senhor; 2. Sai dessa igreja perdoando a “divida financeira”, e entendendo que o devedor era eu, pois, segundo a Palavra, nada devemos a ninguém a não ser o amor. Minha torcida e intercessão é que essa situação esteja sempre debaixo do controle do Senhor, e que Ele sustente voce, sua casa e seu ministério. A promessa é que Ele suprirá todas as nossas necessidades, em Cristo. Quanto ao dízimo, visto que o FIW não é uma cota ou imposto ou taxa, mas tão somente o resultado dos nossos dízimos, o lícito é dizimar sobre o que voce recebeu, logo, se não receber integralmente o valor, dizime sobre o valor que receber. No amor de Cristo. Deus o abençoe.

  2. Boa tarde
    A paz do Senhor amados
    Sou o pastor Cledemilson Félix da IMW-BARREIRAS Macau RN na Setima Região Eclesiástica.
    Sobre a nossa região irá repassar neste mês 50% das cotas para a Geral.
    Sobre o pagamento dos pastores
    Como a Região vai pagar se tem um pra geral começar a pagar os pastores?

    1. Olá pastor Cledemilson, a paz do Senhor. O FIW é o resultado do nosso dízimo. Não é uma cota, imposto, taxa, contribuição. Eu não posso falar pelas “cotas” que voce citou. Mas, conforme orientação dada a todos os nossos clérigos, bem como suas regiões, durante o ano de 2022, a metade do dizimo dos pastores ficarão nas suas regiões para investir nos projetos regionais. A outra metade irá para a SGA, que, conforme o Regimento Interno do FIW determina, irá distribuir entre as secretarias gerais de ação social, de educação cristã e de missões. Nossos dízimos não são para ser utilizados para abatimento de cotas ou qualquer outro tipo de contribuição, pois eles tem sua destinação prevista em lei. Persistindo alguma duvida ou outro questionamento, pode entrar em contato conosco. Deus abençoe sua casa e seu ministério.

  3. Pensando por aqueles que devem registrar as prebendas aos Secretários e SDs, em qual Plano de Conta devem ser lançadas? Mantem no Plano 2.02.01?

    1. Ola meu irmão. Muito pertinente sua pergunta. A partir do dia 1 de Março, os lançamentos do FIW deverão ser lançados no PAE da seguinte forma: ENTRADA NO CAIXA DA IGREJA = 1.01.07 Dízimo dos Clérigos (100% conforme FIW 2022); SAÍDA NO CAIXA DA IGREJA = 2.18.23 SECRETARIAS – SRA/FIW 100%. Deus o abençoe.

        1. Ola pastor Vagner. Conforme o texto e o video explicativo em https://fiw.wesleyana.com.br/?p=38 o dízimo dos clérigos devem ser devolvidos ao Senhor para o FIW da sua região. Posso adiantar que o clérigo não é membro da igreja local, mas da igreja regional. Por isso, é nessa comunidade que ele deverá dizimar. Quando o Regimento do FIW cita os clérigos, não faz distinção entre titular ou ajudante, seja integral ou parcial. Que o Senhor recompense a sua fidelidade e abençoe a sua semeadura.

          1. Ola pastor Vagner. Que o Senhor seja glorificado e exaltado por meio de sua atitude de confiança e gratidão ao céu por toda a provisão sobre sua casa e ministério. O FIW não é resultado de uma conta ou contribuição obrigatória, mas é o resultado da nossa confiança na Palavra e de um coração grato. Deus o abencoe.

    1. Olá, graça e paz. O FIW é o resultado dos dízimos dos clérigos. É o resultado da confiança nos princípios bíblicos que nossa igreja acredita e apregoa. O dizimo bíblico corresponde a 10% daquilo que é nosso ganho. Não existe outra forma de praticar a Palara que não seja dizimando sobre o que se recebe. Deus o abençoe e retribua conforme a sua semeadura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.